Sobre o medo de mudar de rumo

2.10.15

Oi gente, tudo bem com vocês?
Resolvi vir aqui soltar algumas palavras aleatórias sobre o que estou passando nesse momento na minha vida.
Há alguns que dizem que existe uma crise dos vinte anos, mas sinceramente não creio que seja o meu caso.
Quem me acompanha no snapchat, já me viu falar por lá que estou me sentindo desmotivada com o que faço, basicamente, desmotivada para o trabalho. Já passei por algo parecido há um tempo, mas foi numa época em que estava acontecendo tanta coisa, que eu estava meio desesperada.
Hoje estou mais tranquila, mas cheguei num ponto que tenho certeza que apesar de gostar do que faço, não sinto paixão e prazer na minha profissão, e juntando com toda a desmotivação que ando sentindo acho que estou no momento em que sei que não quero fazer isso pra toda vida.

Mas aí vem o problema: a zona de conforto. Apesar de não estar satisfeita com o que faço, bate aquele medo da mudança sabe?! Hoje sei o que me daria prazer em fazer, o que faria todos os dias com muita alegria, mas o que gosto, ainda não me traz nenhuma renda, e apesar de não ser muita coisa ainda, exercer arquitetura paga as minhas contas.
Aí você se pega pensando, como eu vou cair de cara em uma coisa sem nenhuma segurança, sem nenhuma certeza?
E enquanto isso o tempo passa... E eu continuo desmotivada, e profissionalmente falando até infeliz.

Esse texto fica assim, meio que sem final, porque é exatamente assim que estou agora: indecisa.
Não sei para que lado vou acabar indo, mas tenho fé em Deus que as coisas vão se ajeitar.
E sabe o que é mais engraçado? Não falei abertamente disso com ninguém, já dei algumas pistas mas nunca sentei pra falar com todas as letras com ninguém porque não me sentia à vontade, e não me sinto.
Mas escrever aqui, não sei, é diferente, acho que é porque tem a chance de ninguém jamais ler.
Mas vamos com fé! Sirvo um Deus, que sabe dos meus sonhos, e tenho fé que com a direção dEle, vou realizá-los, e espero que tenha logo a coragem para seguir em frente, começar a reviravolta que tanto quero.

É isso, acho que só queria desabafar.
Obrigada se você leu até o final! Fiquem com Deus!

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Sua opinião é muito importante!
Deixe aqui que eu vou amar saber!