E se ninguém puder te entender?

30.7.16


Imagine a seguinte situação: Você acordou um dia, tomou seu café da manhã e saiu para trabalhar ou estudar, mas durante o trajeto você percebe que não consegue entender o que as pessoas te falam, e o pior, você tenta se comunicar com elas e ninguém te entende! Seu chefe está te pedindo pra fazer alguma coisa, mas você não compreende o que ele diz, e então você tenta ao máximo dialogar pra que ele te passe a informação de forma que você entenda mas ele também não entende nada do que você está dizendo!
Agora imagine que ao final do dia você volta pra casa, toma o seu banho e vai dormir torcendo pra que isso passe no dia seguinte, mas quando você se levanta tudo se repete e assim continua por todos os dias!
Desesperador, não!? 
Pois é bem assim o dia a dia de um surdo se sente ao tentar se comunicar com pessoas que não conhecem LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais)

Na semana passada, uma faculdade particular da minha cidade promoveu uma série de oficinas gratuitas para a comunidade, e eu me inscrevi na oficina de Libras. Sempre tive curiosidade a respeito da Língua Brasileira de Sinais mas nunca me empenhei ou busquei aprendê-la. A oficina me abriu os olhos para uma nova realidade, a de que é necessário que todos o brasileiros, ouvintes ou não, aprendam Libras!!!
Você sabia que Libras é o segundo idioma oficial do Brasil, reconhecido por lei? Pois é! E pasme: no Brasil há mais de 9 MILHÕES de surdos, e parte deles não é alfabetizado, ou seja, Libras é  a única forma de comunicação dessas pessoas.
Agora conte: quantas pessoas você conhece que são ouvintes mas sabem se comunicar em Libras fluentemente? Eu posso contar nos dedos de uma mão e vai sobrar muito dedo ainda!
Erroneamente pensamos que Libras é uma linguagem para surdos falarem entre si, e não é: Libras é um idioma! É a forma do surdo se comunicar com o mundo!
Quer ver uma coisa preocupante? Como vocês sabem, sou Arquiteta e Urbanista por formação e na faculdade estudamos muito a norma de acessibilidade para pessoas com necessidades especiais… No entanto sempre focamos em cadeirantes e deficientes visuais (rampas e piso podotátil) mas raramente nos é mencionado a necessidade de projetar espaços adaptados às necessidades da comunidade surda! Gente,  arquitetos! Devíamos projetar espaços para todos, e ignoramos uma parcela da população que necessita de atenção! 
Enfim, precisamos prestar mais atenção ao mundo a nossa volta, e nos esforçar para incentivar cada vez mais ouvintes a aprenderem Libras!
Pode ser complicado encontrar cursos completos, mas há vários vídeos no Youtube ensinando o básico de Libras (se você conseguir cumprimentar e dar uma informação usando Libras já é um começo) e há aplicativos como o HandTalk que te ajudam a aprender! 
Vamos apenas parar de achar que Libras é só pra surdo, é pra todos nós,  e como cidadãos é nosso dever lutar pela inclusão deles também. Quanto mais ouvintes forem fluentes em Libras maior será a inclusão dos mais de 9 milhões de surdos brasileiros!

Plus: Aqui vou deixar alguns links bem úteis pra vocês que estiverem interessados a aprender Libras ✋🙌
HandTalk (aplicativo móvel de tradução para Libras, ótimo pra aprender)
VLibras - Iniciativa com apoio governamental para tradução de conteúdo da internet pra Libras
Artigo no Catraca Livre sobre maneiras de aprender Libras gratuitamente.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Sua opinião é muito importante!
Deixe aqui que eu vou amar saber!