Eu quero lembrar!

30.1.17


Estava eu passando minha timeline do Twitter agora a pouco e li o seguinte:

"Sabe aquele filme? "Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças"?
Pois é. 
Podia ser real, né? 
A gente apagando da mente as coisas ruins..."

E como minha mente é bem das louca eu comecei a pensar nisso  e como não escrevo textão no facebook, vim escrever no blog!
Então sobre esquecer né, as coisas ruins... Você pode pensar logo nas pessoas que têm Alzheimer, e sim, é bem triste , já que sem todas as lembranças as pessoas ficam confusas (conheço algumas pessoas com Alzheimer e muitas vezes é de partir o coração), mas não é sobre esse ponto que eu quero falar!
Pensa comigo, quantas vezes você não pensou como esse meu amigo e quis deletar da sua mente todos os momentos ruins e dolorosos ou tristes? Exatamente porque dói lembrar deles e nós como seres humanos queríamos muito nos livrar disso, certo?! Mas então eu pensei: tudo que somos hoje é um somatório de todas as experiências vividas anteriormente, as boas e as ruins... Depois de um tempo, a gente consegue perceber que coisas muito ruins trouxeram consequências boas, ou nos causaram grandes transformações, mas que nós, como seres imediatistas não conseguimos entender!
Deixa eu exemplificar pra vocês: Quando eu conheci meu marido eu estava muito mal emocionalmente... Estava machucada, tinha acabado de sair de um relacionamento abusivo e a única coisa que eu pensava era "Por que eu fui me meter nessa? O que eu não daria pra esquecer o último ano, passar uma borracha em tudo!?" Mas então, como eu disse, eu conheci o cara que hoje é o meu esposo e olhe só que interessante: se não fosse toda a m#%da pela qual eu passei antes eu não saberia reconhecer o valor imenso do que eu tenho hoje! Meu marido é maravilhoso por si só, entenda bem, mas se eu não tivesse sofrido tanto antes meus olhos estariam vendados pra toda essa maravilhosidade... Eu me prenderia a coisas superficiais e banais e provavelmente teria uma enorme resistência ou até deixaria passar a oportunidade de ter ao meu lado a pessoa incrível que tenho hoje (e espero ter pro resto da vida, claro!).
E pensando nisso que eu cheguei a conclusão, que por pior que tenha sido o meu passado, por mais feio e doloroso que tenha sido, eu sou grata a Deus por cada um desses momentos, porque eles me tornaram a mulher que sou hoje, eles me fizeram dar valor a coisas que antes eu nem notava, sim, cada um desses momentos no final, me fez feliz!
Então eu não quero esquecer, eu quero lembrar!

  • Share:

You Might Also Like

2 comentários

Sua opinião é muito importante!
Deixe aqui que eu vou amar saber!