Pense 10 vezes antes de dizer a uma grávida

26.7.17

Mesmo antes de sequer pensar em engravidar eu já era meio que encantada pela gravidez, e digo gravidez porque era por isso mesmo. Há muitas meninas que se encantam pela maternidade, e eu seria hipócrita se eu dissesse que era o meu caso, pois ser mãe é um "sonho" bem recente. Mas meio que desde sempre eu assistia muito àqueles programas sobre parto, acompanhava assiduamente diários de gravidez e etc, até que chegou a minha vez de ser protagonista da situação e não espectadora.
Como eu via (e lia) muito conteúdo do gênero, eu sempre vi outras mulheres falando um pouco do que vou dizer nesse texto, mas só estando grávida que pude sentir na pele o que é isso e vim falar com vocês algumas coisas que você não deve dizer para uma mulher grávida. Não é uma reclamação! É mais um relato pra quem já passou por isso se identificar e um alerta para que nem eu nem você façamos isso com outras mulheres, porque é chato.
Então vamos lá.
Gravidez, gente, é um período muito delicado pra toda a família que está aguardando a chegada do novo membro, mas é 10 vezes mais delicado pra mulher que gera essa criança. Além de todas as mudanças de rotina, da vida como um todo, mudanças financeiras, ainda tem a preparação emocional, os hormônios à flor da pele, o corpo que muda loucamente e fica irreconhecível, as inseguranças, enfim, muita coisa acontecendo.
Infelizmente parece que a sociedade ignora toda essa carga que a mulher já carrega, e despeja qualquer coisa que venha à mente pra gestante, com a desculpa esfarrapada de "só queria ajudar" e NÃO, você só quer dar pitaco mesmo!
Não fale do peso da mãe ou tamanho da barriga
De um modo geral é muito indelicado ficar comentando do peso de qualquer pessoa, então por que raios quando a gente engravida todo mundo resolve ignorar esse filtro e desandar a falar do nosso peso? Tá muito magra, engordou demais, ainda vai engordar muito, não coma tanto, etc, etc, etc. Da mesma forma é o tamanho da barriga, nunca tá bom. Sempre está grande ou pequena demais. Eu tenho uma barriga pouco saliente pro meu tempo gestacional, e é normal até as pessoas se espantarem quando digo de quantos meses estou, ok! É uma reação natural. Mas há pessoas que extrapolam, e falam num tom como se eu fosse anormal, ou como se eu tivesse algum sério problema de saúde por ter barriga menor que fulana ou sicrana. Cada mulher tem um corpo e um metabolismo diferente, cada corpo muda de maneira diversa. Eu tenho quadril largo, e sempre fui sem barriga, logo, era de se esperar que minha barriga não crescesse tanto. Vocês sabiam que gestante faz pré-natal? Visita médico o tempo todo, verifica crescimento do feto, peso, glicose, pressão e caramba a quatro?! Então, se algo estiver errado, o médico diz, ok!
Não toque no corpo dela sem autorização
Eu sei que barrigas de grávidas são irresistíveis! A maioria (veja bem, maioria, não todas) das gestantes gosta de demonstrações de carinho, mas tem mulheres que podem não gostar. Ou até gostam mas não estão em um bom dia. É muita coisa pra processar, e às vezes a gente não tá bem, e só. Você não chega numa pessoa e fica passando a mão no rosto dela, na perna dela indistintamente. Com barriga de grávida é a mesma coisa. Por mais que haja outro ser crescendo ali dentro, a barriga ainda é corpo da mulher e ela tem sim o direito de não querer ser tocada por qualquer um.
Eu sou um caso extremo, e os meus amigos no geral entendem e pedem licença pra pegar na minha barriga, mas tem pessoas aleatórias que me veem esporadicamente e nem bom dia me dão, já vão direto pondo a mão em mim. Isso é muito desagradável! Não faça. Se você quiser acariciar o barrigão de alguém que você não é tão próximo assim, ou se você não tem certeza se a pessoa gosta, pergunte antes. E se a mulher disser não, entenda que é direito dela.
Não dê palpites não solicitados
Uma dica bem simples: se a grávida quiser sua opinião ela vai pedir, se ela não pedir, simplesmente não dê. Guarde pra você.
De novo, cada mulher é diferente, cada filho é diferente, cada gravidez é diferente. Se a mulher quiser saber como foi sua experiência, ela vai perguntar, vai te usar como fonte de informação. Agora se o palpite não for solicitado, provavelmente vai entrar por um lado e sair pelo outro, melhor economizar saliva.
Não conte histórias trágicas de gravidez/parto/aborto
Sério! O que as pessoas têm na cabeça?! Qual a necessidade que elas têm de ficar contando da morte súbita do filho da prima da vizinha pra mulher que acabou de descobrir que está grávida e já está cheia de medos? Gente, se toca! Não, apenas, não!
Não menospreze as dores/desconfortos da gravidez
Eu já disse aqui que cada gravidez é diferente, certo? Certo! Então lembre-se disso antes de dizer a frase célebre "Gravidez não é doença". Realmente não é, mas envolve uma série de desconfortos, falta de sono, dor na coluna, dor nas pernas, barriga pesada e tantos outros. Existem mulheres que passam a gravidez inteira sem sentir nada, vivendo plenamente. Há outras que passam muito mal, tem que ir pra hospital pra se alimentar porque o enjoo não deixa nada parar no estômago. Você nunca vai ter certeza do que o outro está sentindo. Então mesmo que você já tenha 18 filhos e todas as gestações tenham sido lindas e sem desconforto algum, não menospreze o que a colega está passando, não diga que ela está com dengo ou de corpo mole. E se você nunca vivenciou a gravidez, aí que você não tem direito de falar nada mesmo!
Não se auto convide para festas ou chás
Vamos ser bem francos. Se a mamãe te quiser lá ela te chama.
Uma coisa que eu passei muito no início da gravidez (até hoje, na verdade) é que pessoas com as quais eu mal tenho contato, assim que sabiam que eu estou grávida já falavam logo "Quando vai ser o chá? Me convida, hein!". Aí vinha a segunda parte da novela: calmamente eu dizia "Não vou fazer chá." E daí haja paciência pra aguentar a enxurrada de comentários do tipo "Ah, mas você TEM que fazer!"
Tenho uma pinóia! Não sou obrigada a nada!
Tem gente que não gosta dessas reuniões sociais, sabiam? E tem gente que simplesmente acha que não vale a pena.
No meu caso, eu não tenho energia mental pra organizar um chá, prefiro gastar meu pouco fôlego em outras coisas.
Além disso, você não sabe como está a situação financeira da família. Gestações que não são planejadas geralmente fazem os pais terem que contar cada moedinha e se desdobrar em 20 pra dar conta de todos os gastos adicionais. Tendo isso em vista, muitos podem querer não ter mais esse estresse, ou se querem, fazem só com a família e com os amigos mais íntimos. É muito indelicado se convidar assim, até porque, se sua intenção é dar um presente, sério que você precisa de um chá pra isso? Eu tenho amigos maravilhosos que sem celebração nenhuma deram presentes para minha filha e eu fiquei imensamente grata por isso. Lembro quem deu cada pacote de fralda, cada lenço, cada body, porque foi muito especial.

Eu sei que ficou um textão, mas eu precisava compartilhar isso com vocês, e espero que se você não se identificar com nenhuma situação, que pelo menos já fique de aviso pra melhorar com as amigas que futuramente ficarão grávidas. Te garanto, elas irão agradecer.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Sua opinião é muito importante!
Deixe aqui que eu vou amar saber!